quinta-feira, 14 de dezembro de 2006

Bem, eu estava agora há pouco com um amigo no msn e conversa vai,conversa vem, esbarramos no assunto sentimento. nossa, discorremos alguns pontos e eu percebi que a cada dia que passa me sinto mais isenta de certas coisinhas. não de sentimentos,isso tenho aos montes,mas da maneira como isso tudo é visto.

sentimentos todos temos, porém cada um sente de uma maneira, apesar de eu perceber que o mundo parece pensar bem igualzinho quando se trata de relacionamentos.como assim?mulheres sofrem por amores não correspondidos e homens são insensíveis, ao ponto de não perceberem que fazem as mulheres sofrerem.

pois bem.eu não acho mais que mulheres devem sofrer por amor.acho q a mulher pode sim amar, e amar muito,mas até o momento que não se sinta incomodada,atrapalhada no seu dia-a-dia com algumas atitudes masculinas que lhe afligem. como disse, eu sinto, e sinto muito,mas até o momento que não me faça mal.quando percebo isso procuro sair da barca,porque não é legal.tem que se pensar que tudo deve acontecer de forma bacana,sem esses compromissos tolos.faz bem?ótimo, vamos em frente.faz mal? ótimo também,porém nada de ir pra frente.recue um pouco e desvie o caminho.vá ler um livro,vá sair com amigas,vá procurar nem que seja um novo amor,mas saia! nada de chorar as pitangas por mais de uma semana.também não somos insensíveis!

sim, essa é minha opinião.talvez,como disse meu amigo, seja pouco prático,mas confesso que vivi isso há um tempo e funcionou.abstraí algumas sensações e esqueci mais facilmente.basta internalizar certas coisas,como por exemplo, ninguém é dono de ninguém.pessoas devem estar juntas quando sentem bem juntas! se não,nada feito. e sem essa de ficar chateado,virar a cara e achar o homem o cara mais crápula que conheceu na vida!nada disso mesmo.viva sua vida e breve esquecerá.há assuntos mais importantes para se preocupar,como o problema da aids na áfrica.viram? pensam até em circunscisar os homens por lá.cruz-credo...

voltando...isso pode ser uma espécie de psicologia barata,de botequim,mas que funciona,funciona.poder da mente, queridos, e amor-próprio...dizem por aí que ninguém merece nosso sofrimento, e quem merece nunca nos fará sofrer...[q piegas....]. mas uma grande verdade. e verdade,sempre.

engraçado que quando gosto não uso de artifícios,falo normalmente o que sinto. se for correspondida mudamos o rumo da prosa, e se não for, a prosa continua a mesma., amizade é tudo! não acho legal forçar a barra. detesto isso.pessoas são livres, e escolhas, necessárias.

e pra finalizar,essa frase perfeita:


Somos todos prisioneiros, mas alguns de nós estão em celas com janelas, e outros sem. (Khalil Gibran.)

Nenhum comentário: