sábado, 7 de julho de 2007

Eu estou só. O gato está só. As árvores estão sós. Mas não o só da solidão: o só solistência.

Guimarães Rosa


Boooooooooooa,Guima!Por isso nunca me desligarei por completo da literatura.Somente um grande escritor como Guimarães Rosa pode fazer uso de neologismos tão perfeitos assim!

Assino embaixo,como sempre.E é fazendo uso dessa minha "solistência", que eu digo que esse blog nasceu para expor meu eu,minhas sensações únicas.É,porque o ser humano é só nesse sentido.Não dá para você criar um personagem a partir de outras pessoas.Você pode ter suas influências,mas tentar ser o outro,tentar seu seu vizinho,seu colega de trabalho,seu amigo de infância...simplesmente não dá! Temos nossa própria essência, nossa solistência!E sendo assim,adoro ficar só comigo,com meus pensamentos,minhas idéias,por mais bizarras que possam parecer.Deu pra entender?

Ah,não quero fazer sentido algum.Quero mais é escrever,exercitar a escrita em meu tempo livre, indignar-me com essa política vergonhosa de nosso país, criticar,elogiar os filmes que já vi,falar do meu dia-a-dia,postar textos de grandes escritores que considero excepcionais,fotos... vivenciar seja lá o que for!

E nem faço questão de ser lida.Faço questão de escrever,porque adoroooooooooo! E isso me basta.

- ao som de "I want to break free" - Queen !!

Um comentário:

Evandro disse...

óó, rebeldia rsrs.