segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Ser educado...sempre!

foto: reprodução



Hoje, como todos os dias, eu dei "boa-tarde" ao entrar no elevador e ninguém respondeu. Insistirei. Um dia alguém vai ter boca. Sei que não sou 100% educada, mas sei também que há pequenas gentilezas que tornam o nosso dia-a-dia muito mais motivado e alegre. Gentileza TEM que gerar gentileza ;) 

Segue abaixo um texto que amooo, de Glória Kalil (quem é??? veja aqui). Espero que inspire você também:

SER CHIQUE SEMPRE, por Glória Kalil


Nunca o termo “chique” foi tão usado para qualificar pessoas como nos   dias de hoje.
A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas.
Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo   carro Italiano.
O que faz uma  pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.
Chique mesmo é quem fala baixo.
Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.
Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.
Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.
Chique mesmo é parar na faixa de pedestre
É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.
Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador.
É lembrar do aniversário dos amigos.
Chique mesmo é não se exceder jamais!
Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.
Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor.
É “desligar o radar” quando estiverem sentados à mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção a sua companhia.
Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.
Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite!
Mas  para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de  se lembrar sempre de o quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos retornar ao mesmo lugar, na mesma forma de energia.
Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não te faça bem.
Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!
-----

Adorei!

Beijo,

Ange.

8 comentários:

Vivi aninha: disse...

chique é ser educado. hehehe
Besos, besos.
http://vivi-aninha.blogspot.com

Zina disse...

Ange, tem selinho pra você lá no meu blog amiga. Pasa lá e pega.
Lindo dia pra você!
Beijooo!

Ana Carolina disse...

Ange, adorei este texto...muito bom!!
Um grande beijo e continue insistindo em dar bom dia para as pessoas!

Fleur disse...

A Glória é um arraso! :)
E esse texto é incrível!

Adorei seu blog, Ange!

Beijinho

Elaine Freitas disse...

Querida...

fico feliz que meu post tem um pouco do que você esta passando nesse momento.
Tenho certeza que será feliz na aceitação do novo... ainda mais com a aprovação de todos!

Sorte sempre...
Não esqueça de Iluminar por onde passar...
Beijinhos

Ange Rocha disse...

- Meninas, obrigada por terem gostado. Realmente, a Glória Kalil é show, Fleur.

Zinaaaa, obrigada pelo selinho :) Vou passar sim, pra pegá-lo.

Beijo em todas, e obrigada por curtirem o blog :)

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Oi Ange
Primeiro gostaria de agradecer a visita que fez ao meu blog. Vim aqui conhecer o seu cantinho virtual e amei.
Infelizmente (e até peço desculpas por isso) acessei hoje, num dia em que tenho mesmo que dormir mais cedo, e não poderei ler um pouco sobre a sua vida nômade, mas depois voltarei com mais calma.
Por isso resolvi deixar meu alô aqui neste post sobre o elevador.
Sabe, eu tenho um chefe que não me dá bom dia nunca. Na verdade, ele não dá pra ninguém e isso me incomoda muito.
Claro que não dependo dele pra nada (ele é japa - moro no Japão) e isso não vai mudar a minha vida, mas fico me perguntando: Como ele consegue ouvir um bom dia e não responder???
Estranho né?

Mas, continue assim, dando seus "Bom dias"!!! Faça sua parte!

Um beijão.
Adorei aqui!

Ange Rocha disse...

_Hei, Flávia! Adorei seu comentário! Q bom q tb gostou do meu blog :)

Beijos!