quinta-feira, 20 de agosto de 2009

FÉRIAS ACABANDO...

Ah, já? [risos]

Pois é, pois é... Na próxima terça-feira retorno ao batente. Nossa, estão sendo 15 dias muito bons, cheios de alegrias, embora no sábado [15] tenha acontecido algo muito chato. É, quando o Evandro e eu voltávamos do bairro da Liberdade [que adoro ir ], um carro, com 03 rapazes, bateu na lateral traseira do veículo do meu namorado. Eu nem acreditei quando ouvi o bate. Quando saí do carro até pensei que tivesse sido pior, mas quebrou apenas uma lanterna e amassou um pouco a lataria e o para-choque. Não deixa de ser um estrago, porém, dos males, o menor. Daí os rapazes desceram do carro, o motorista se comprometeu a pagar o prejuízo etc. Evandro ficou triste, porque não faz um mês que ele trocou de carro. Mas m**** acontecem, né?
Bom, no final de tudo isso, o rapaz depositou o dinheiro para o conserto e na próxima semana o carro vai estar todo bonitinho de novo, graças a Deus.

Ah, voltando ao bairro da Liberdade, como já havia dito, eu adoro ir lá. Já é a segunda vez que vou. Amo aquele ambiente oriental. Aliás, por falar nisso, conversando com comerciante de uma loja de pedras preciosas, descobri que 90% dos moradores do bairro são chineses, não japoneses! Nem acreditei nisso, mas o moço falou que é isso mesmo, que são poucos os japoneses que alí residem. Mas confesso que ainda não estou convencida... hehe.

Bem, lá eu fiz uma pequena festa [porque não dá pra sair gastando adoidado, né!!] e comprei umas coisas típicamente japonesas/chinesas [sei lá], como por exemplo, salgadinhos de arroz, doce de feijão, uma carteira linda - toda em tecido oriental, importado, porém fabricado por uma artesã brasileira, em Paraty/RJ-, uma pulseira com pedras de jade [ importada, do Taiwan], linda, linda... Nem sei como tive coragem de gastar o que gastei nela, mas foi paixão à primeira vista, desde a outra vez que estive naquele bairro. Nossa, fico maluca quando vou lá, porque é muita coisa bacana que você vê. Há peças lindas de decoração também. Tenho a maior vontade de ter um biombo, e lá eu vi um!! Um dia compro...rs

Depois da Liberdade fomos para casa... Íamos sair à noite, mas depois da batida o Evandro ficou borocoxô e acabamos desistindo. Aproveitei para arrumar a mala de viagem. Domingo pela manhã fomos para Campos do Jordão/SP. Há dias que eu pesquisava sobre a cidade, sua gastronomia, seus hotéis, pousadas, passeios... Nossa, que lugar de 1º mundo!!

Lá curtimos algumas coisas, porque em dois dias não dá para ver tudo, e de quebra passeamos no teleférico. Como é altooooo! Mas tomei coragem e fui. Vimos, do alto do mirante, uma bela cidade, lotada de gente. À noite jantamos no Davos, um restaurante de comida franco-suíça. Bebemos um vinho português, comemos um fondue delicioso. Ah, não posso deixar de citar a bruschetta [com queijo de leite de cabra, tomate seco e manjericão] que nos foi servida como couvert. Delícia demais, meu povo!!

Lá em Campos tudo é muito caro, mas tudo vale a pena. Em um almoço [para duas pessoas] se gasta 1/3 de um salário mínimo!! Em um jantar [também para duas pessoas] em um restaurante tradicional, cerca de metade de um salário...rs. Mas são apenas detalhes bobos, meu bem. Em Campos você tem que esquecer do tempo, do vencimento do cartão de crédito... haha!!

Ah, estivemos no "Artesanal" [uma chocolateria bem bacana, que fica no Capivari, o bairro baladado de C. do Jordão] e lá comi um petit gateau diferente, com calda e morangos. Muito gostoso. Mas ó, é muito bom o clima, as pessoas são muito educadas, a gastronomia é de primeira, os hotéis são de sonho! A cidade é limpíssima, tudo bonito mesmo. Todavia, não dá para ficar muito tempo na cidade, porque em dois dias você consegue ver praticamente tudo!! Há vários pontos turísticos, mas não quis ir em todos porque tenho achado chato essa coisa de ir sempre nos lugares que todo mundo vai, sabe?? Ah, chega disso, viu... Principalmente para fotografar. Gosto de tirar fotos do que eu acho interessante, e nem sempre acho interessante o que todos acham.

Bem, de lá eu trouxe uma caixa da famosa cerveja Baden Baden e uma camiseta da cervejaria para meu irmão, uma caneca com o nome da cidade [linda!!], camisetas para os sobrinhos, imã de geladeira [tenho vários, de todos os lugares que eu já passei - faço coleção], luvas [o frio estava pegando, por lá], porta-chaves... Ah, se eu pudesse traria metade da cidade, mas nem sendo Michael Jackson para conseguir esse feito...hehe

No cômputo geral posso dizer que tudo valeu a pena, porque viajar é muito bom!! Estar aqui então... nem se fala!

Ainda tenho uns dias por aqui, e pretendo ir ao cinema, shoppings,cafés... 25 de março! háháhá!! Vamos ver se vai dar certo. Ontem fiquei em casa com o Evandro, assistindo o filme no pc, chamado "o curioso caso de Benjamin Button". Um filme muito intrigante, com Brad Pitt no papel principal.

O frio está pouco, mas não dispenso uma blusa mais quente. Faz sol, mas faz frio...rs

Bom, é isso. Abaixo, umas fotéénhas para vocês. E, se eu me animar, em próximos posts conto mais sobre minhas férias.
Beijoooo.

ange.







no pico do Itapeva




no Davos

no teleférico

vista de Campos do Jordão/SP
indo para Campos do Jordão/SP
bairro da Liberdade - São Paulo/SP

2 comentários:

evan disse...

ler esses nossos detalhes, olhar essas fotos, só faz aumentar a minha saudade...

quem inventou a despedida, né?

beijo. te amo.

Ange, disse...

quem inventou nao sabia o que era saudade...

te amo muito, e tô vendo que é pra sempre...